A tecnologia se tornou uma aliada importante para a transformação da vida das pessoas tanto no ambiente residencial como no ambiente de trabalho. Por isso, os novos edifícios comerciais estão cada vez mais aplicando tecnologias para melhorar a performance dos trabalhadores, reduzir gastos de energia e criar um ambiente seguro para as empresas.

Os chamados Edifícios Inteligentes nada mais são que prédios onde existem tecnologia para se ter controle de acesso que utiliza sistemas de biometria para os seus condôminos poderem acessar mais rapidamente, podem ter sistemas de LPR-Leitura de Placas de veículos que registra entrada e saída. Outra ferramenta importante são as câmeras de vigilância com softwares de analise de comportamento, ajudando os monitores a identificar situações de risco automaticamente.

Para a otimização de consumo de energia se usam desde sistemas de automação de ar condicionado, controlando a temperatura conforme horários, numero de pessoas no ambiente e sistemas de iluminação que seguem o mesmo padrão. Além disso, existem sistemas de controle de agendamento de salas de reunião, que habilitam e desabilitam o acesso apenas para quem pode usar. Elevadores com controle de chamadas, evitando desperdício, entre outros sistemas.

A sonorização atrelada a sistemas de alarme de incêndio, virou um grande aliado da segurança física dos condôminos.

Para atender requisitos de segurança é muito importante que se instale um sistema de detecção e combate a incêndios, que precisa ser certificado e assim garantir seu funcionamento conforme a regulamentação dos bombeiros.

Um fato importante é que nas novas construções esse tipo de tecnologias faladas acima se torna um fator já incorporado e aceito, mas entendemos que existem muitos prédios e condomínios comerciais e industrias em atividade há mais tempo que não possuem isso instalado e portanto projetos de “retrofit” são comuns para dar uma sobrevida e mais competitividade aos proprietários. O complicado é que muitas vezes a capacidade de investimento em novas tecnologias desses empreendimentos antigos é reduzida. Pensando nisso, a WDC criou um modelo em parceria com seus integradores de sistemas e empresas de engenharia de oferecer essa renovação tecnológica com pagamento mensal, no formato “as a service”, trocando CAPEX por Opex, viabilizando novos projetos.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER

Fique por dentro das novidades e promoções da WDC.